não, não tem problema, pode tirar o sapato.

(senta aí. tem coca na geladeira e cuca de quechimia no forno)

quarta-feira, 27 de julho de 2011

eu tenho toda uma tendência à vida sem cabimento, mas é assim que sou, fazer o quê?

- ai, ai...
- que houve, amor?
- bati a cabeça, baby...
- mas de novo, debora?
- sim, sim, sim. de novo.
- amanhã mesmo eu vou comprar um capacete e um plástico bolha pra te enrolar.
*
*
semana passada ele disse que iria largar um dos municípios em que leciona, só pra ficar em casa cuidando da minha integridade física. eu sempre me bato, me corto, me queimo e me arranho. todos os dias, quase.
*
*
descobri um troço tão gostoso, minha gente. se chama salada crispy mix. é uma mistura de vários grãos, tipo: cevada, centeio, quinoa, trigo, arroz, milho, aveia e mais uns. é delicioso. provem. provem. provem.

8 comentários:

Sara disse...

como diz a minha sogra: "olha a sintonia fina, meu filho".
Haha, eu nao posso falar nada pq vivo me batendo por ai tb =)
BJS

Anônimo disse...

Eu também vivo me batendo, roxa, machucada, cortada... Acho que além do capacete e do plástico bolha, seruia bom uma roupa de ferro... Eu sou estabanada mesmo!
Adorei a sugestão da salada...

ditavonclaire disse...

comprem, meninas.
é uma coisa deliciosa e bem saudável e deixa tudo bem crocante.

Andrea Nunes disse...

e onde tu comprou debora?

ditavonclaire disse...

no zaffari.
em alguns têm e em outros não, mas procura que tu acha.
beijo.

Tina Lopes disse...

Eu trabalhava num lugar que tinha pouco espaço entre mesas. Me batia tanto que um dia fui numa médica nova, pra uma consulta ginecológica, e ela achou que os roxos fossem violência doméstica. ¬¬

ditavonclaire disse...

que bom saber que não sou o exército de um homem só nesse quesito. fico faceira.

lili cheveux de feu disse...

eu tenho tantos roxos e arranhões [cães] pelo corpo que chega a ser duro explicar pro namorado [que mora longe e eu vejo uma vez por mês ou dois meses] que não são marcas de sexo selvagem com outrem.