não, não tem problema, pode tirar o sapato.

(senta aí. tem coca na geladeira e cuca de quechimia no forno)

segunda-feira, 23 de maio de 2011

tem dia que é ruim. e tem dia que é pior.

a pior parte do pacote: ser mãe, ser dura e não ter família por perto é a total e absoluta falta de opção. tá exausta? te fode. queria poder dormir um pouco mais de manhã? problema teu. precisa de uma (veja bem, uma) noite de descanso? esquece. atrasou no trabalho? agora voa e dá um jeito...
*
*
e assim a gente vai se arrastando. do jeito que consegue.

11 comentários:

Anônimo disse...

Eu não abro mão de ter uma babá, Dita. Pra gente que trabalha fora e está sempre na correria é imprescindível ter alguém com quem contar quando a situação fica complicada. Beijos, Marina

Débora disse...

É muito por isso que fico me enrolando para ter o segundo.
Familia longe de ambos os lados.

Débora disse...

É muito por isso que fico me enrolando para ter o segundo.
Familia longe de ambos os lados.

ditavonclaire disse...

não existe verba para babá, marina.
*
*
complica né, débs? tem hora que dá vontade de sentar e chorar.

Thaís Gouvêa disse...

É por isso q tenho medo de ter o primeiro...
Imagino a dificuldade e sei q comigo tb será assim :\

chaverdecomlimao disse...

E eu quero ter o primeiro (e único talvez), mas mesmo assim, quero! Estou tentando há anos! E mesmo assim, ainda quero. Mesmo ouvindo todas as reclamações, não tendo verba, etc. etc...

Anônimo disse...

Sempre achei que teu filho fosse importante pra ti, mais importante que um cansaço por exemplo.
Carla

ditavonclaire disse...

tenham, meninas. tenham bebês, sim. é ótimo, mas é também muitttttttttttttttto cansativo (saibam bem disso) e trabalhoso.
beijo

Sara disse...

Eu fico passada com alguns comentários, desculpe, mas tenho que falar...Estar cansada não quer dizer que o filho é mais ou menos importante. Tem dias que a pessoa esgota e deu, surta, quer colo de família, abraço de irmã e alguém que lave a louça!

E pra ti Debora eu digo: é foda. E olha que eu nem tenho filho, mas tem dias que me falta ser um ser sem família em portoalegre.

Bjs

chaverdecomlimao disse...

Gente... todo mundo sabe que é difícil e nem por isso ama menos o filho.
É só um desabafo... Ou será que mãe não pode desabafar?!?!? Pelamordedeus...

ditavonclaire disse...

na boa, é aquela coisa: quem tem platéia, quer show...
eu, definitivamente, não vou me explicar.
beijos, gatas (e futuras mamães)